• Assessoria de Comunicação

Patrões do trigo desrespeitam trabalhadores e querem rasgar acordo coletivo


Aproveitando os golpes contra os trabalhadores que retiraram direitos e tentando eliminar a única instituição que faz sua defesa, os sindicatos, os patrões do setor do trigo estão achando que vamos aceitar, sem luta, a redução de direitos e das nossas conquistas.

Na 1ª reunião entre as partes para a renovação do acordo coletivo, que tem data base em 1° de novembro, os patrões sem nenhum respeito, pensando estar numa mesa de jogo, blefaram todo o tempo e em nenhum momento imaginaram que do outro lado da mesa estavam dirigentes que representam, de fato e de direito, uma categoria de trabalhadores que merecem respeito pelo seu duro trabalho e empenho dedicado para o crescimento das empresas deste setor.

Como não houve proposta econômica e nenhum avanço, foi agendada nova reunião para a próxima segunda-feira (27).

Esta negociação é em nível estadual, que reúne diversas cidades e vários sindicatos, e é coordenada pela nossa Federação, FETIASP.

O nosso sindicato foi representado pelo presidente sr Orlando que foi acompanhado dos dirigentes Batista, Carlos Augusto “Serrote”, Edivan, Mario e Paulão.


#Trigo #Patrões #AcordoColetivo #FETIASP #CarlosAugusto #Edvan #Paulão #Mário #Batista #NegociaçãoEstatual