top of page

Carnes e derivados | Sem acordo, justiça neles!

Patronal do setor que tem data-base em 1º de abril desvaloriza trabalhadores e não está disposto a ter acordo amigável


Após várias tentativas de acordo com o patronal do setor de carnes e derivados para fechamento das negociações referentes ao período de 2023/2024, não houve avanço. Patronal se mantém firme e não está disposto a melhorar um pouco a qualidade de vida de seus trabalhadores, que ironicamente eles chamam de "colaboradores".


A nossa luta, já coordenada pela FITIASP, começou no ano passado (2023), no mês de maio, onde já desde a primeira reunião nós fizemos todas as tentativas possíveis de avanço, e mesmo com todo o esforço, o que até nos levou ao tribunal para tentar um acordo amigável através do PMPP, mas mesmo no TRT, onde até mesmo os juízes se mostravam favoráveis as nossas tentativas, o patronal continuou firme e não cedeu. Diante disso, encerramos no último dia 28 de maio, após um ano, a fase de negociações.


O próximo passo


O patronal ignora as necessidades dos trabalhadores que garantem suas riquezas e nós, como representantes dos trabalhadores, não abandonaremos esta luta. Agora iremos entrar com um dissídio coletivo, no próprio TRT, e diferente de antes, não iremos por vias amigáveis, mobilizaremos os trabalhadores e trabalhadoras do setor para uma greve e, com nossa mobilização, confiaremos na decisão que será feita pelo juiz que será o responsável por avaliar e julgar.


Essa luta que já se arrasta por mais de um ano só demonstra o quanto os patrões de carnes e derivados não se importam com seus trabalhadores.


E trabalhador, lembre-se! Junte-se ao sindicato, ele é o único que fala em teu nome e te representa de direito e de fato! Essa luta é de todos nós!


Conte sempre com o STILASP!






Comments


bottom of page