SINDICATO NA LUTA CONTRA OS JUROS ALTOS



Ontem, quarta-feira, 22/02, vários dirigentes do nosso sindicato acompanharam a nossa central Força Sindical e as demais centrais em ato, realizado em São Paulo, denominado “Carnaval dos Juros Altos”, com o “Bloco dos Juros Baixos”, para protestar contra os juros altos. Neste mesmo dia o Copom (Comitê de Política Monetária) divulgou a taxa Selic, que irá vigorar nos próximos 45 dias.

Nossos dirigentes e trabalhadores da alimentação, metalúrgicos de São Paulo e Guarulhos, químicos, eletricitários, trabalhadores da construção civil, dos empregados em condomínios e edifícios e da saúde, além de aposentados, costureiras e comerciários se concentraram em frente ao Banco Central, na Avenida Paulista, e protestaram contra os juros altos. Eles alternavam discursos com a marchinha: “Se você pensa que os juros estão baixos, os juros não estão baixos não, o banqueiro fica com o ouro e o trabalhador com a demissão”.

Depois, os dirigentes sindicais seguiram em passeata até a sede da Presidência da República, em São Paulo, acompanhados da bateria da Escola de Samba Imperador do Ipiranga, com quatro baianas, uma passista e um puxador de samba, que cantava “os juros baixos ajudam o Brasil, chega de meter a mão”.

Nossos dirigentes assim como os demais dirigentes sindicais demonstraram indignação contra os juros altos. “Juros baixos significam mais investimentos, produção e mais empregos”, disse João Carlos Gonçalves, juruna, secretário-geral da Força Sindical.

Nos reservamos o direito de corrigir quaisquer erros ortográficos e/ou de digitação.


#JUROSALTOS #COPOM #ATO #PROTESTO #MARCHINHA