• Assessoria de Comunicação

Trabalhadores da Camil reprovam proposta patronal para reajuste e exigem pagamento da PLR/2017


Na última quinta-feira (05), o sindicato realizou assembleia na Camil Alimentos, empresa que está localizada na Vila Anastácio, região oeste da capital.

A pauta principal foi a renovação do acordo coletivo de trabalho do setor de doces e conservas alimentícias, que tem como data-base o dia 1º de maio, mas até agora os patrões só fizeram propostas ridículas, que não contemplam as necessidades e anseios dos trabalhadores.

Os trabalhadores reprovaram a proposta patronal, aprovando também o estado de greve, caso os patrões não melhorem suas propostas.

Aproveitamos o momento para mostrar aos trabalhadores que a Camil Alimentos, obteve resultados positivos e suficientes para pagar a participação nos lucros e resultados referente ao ano de 2017, diferente do que a mesma tem alegado "não terem alcançado resultados positivos no ano passado".

Ficou acordado que o sindicato tomará todas as medidas cabíveis para que a empresa pague o que está devendo para os trabalhadores.

Os dirigentes Josenildo Silva e Lucivando Ataíde, ambos responsáveis pelo setor, contaram com o apoio de diversos dirigentes do nosso sindicato e dos companheiros do Sindicato dos Laticínios de São Paulo.

CLIQUE AQUI E ACESSE O BOLETIM DA CAMIL


#Assembleia #Camil #ZonaOeste #DoceseConservas #PLR #EstadodeGreve