Dia Nacional de Luta | Nenhum direito a menos

Na última quarta-feira (15/03) participamos de um dos grandes protestos que foram feitos em São Paulo, e este foi apenas o começo.

Estivemos na BRF (Sadia/Perdigão) unidade CD localizada na cidade de Embu das Artes/SP.

Com o apoio dos trabalhadores e trabalhadoras nós do Sindicato da Alimentação de São Paulo e Região paralisamos as atividades da empresa das 4h às 11h30 em virtude da insistência em embolsar a PLR dos trabalhadores, mostrando assim que não dão a mínima para eles, apesar dos bons resultados da empresa no ano de 2016.

Após falar tudo o que era necessário sobre o assunto PLR, iniciamos a segunda pauta, que é a reforma da previdência. Desmonte este, que o governo quer empurrar “goela abaixo” prejudicando ainda mais os(as) trabalhadores(as) e o povo mais pobre do nosso país.

Após ouvirem vários dirigentes representantes da CNTA, FETIASP e dos vários sindicatos da alimentação de todo estado presentes, os trabalhadores juntamente com os sindicalistas pararam a rodovia Régis Bittencourt, pois todos sabemos que somente com este ato conseguiríamos chamar a atenção da mídia, que insiste em tentar enganar os trabalhadores a respeito da reforma da previdência, que tem como objetivo impedir a aposentadoria.

No decorrer do dia 15/03, aqueles que oprimem os trabalhadores por se sentirem mais "elevados" por um cargo ou por sua posição política sentiram que não estamos brincando e que acima de tudo estamos dispostos a ir até as últimas consequências para defender os direitos dos(as) trabalhadores(as) que, com sua força e dedicação, movimentam a economia deste país.

A classe trabalhadora não abandonará sua luta, trabalhadores unidos jamais serão Vencidos!